domingo, 14 de dezembro de 2008

Orgulho e preconceito


Autor: Jane Austen
Ano: 1813


Lido entre 05/07/2008 e 15/10/2008 (75 dias)
Classificação: 1/5


Opinião:
Tinha dito, por acaso, à Rita que eu tinha visto o filme Becoming Jane. Ela mostrou-se muito surpreendida por eu ter visto esse filme e ofereceu-se logo para me emprestar um dos livros desta autora. Este é o livro preferido da Rita e ela já o leu mais de 10 vezes. Eu acho um exagero alguém ler um livro mais de 10 vezes. Ainda por cima, eu nem gostei muito. Aliás, pode-se ver pelo facto de eu ter demorado quase quatro meses a terminar de ler o livro, o que me estragou por completo a minha média de dois livros por mês! :/


Sinopse:
"O romance retrata a relação entre Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy na Inglaterra rural do século XVIII. Lizzy possui outras quatro irmãs, nenhuma delas casadas, o que a Sra. Bennet, mãe de Lizzy, considera um absurdo.
Quando o Sr. Bingley, jovem bem sucedido, aluga uma mansão próxima da casa dos Bennet, a Sra. Bennet vê nele um possível marido para uma de suas filhas. De facto, ele parece interessar-se bastante por Jane, a sua filha mais velha, logo no primeiro baile em que ele, as irmãs e o Sr. Darcy, seu amigo, comparecem.
Enquanto o Sr. Bingley é visto com bons olhos por todos, o Sr. Darcy, por seu jeito frio, é mal falado. Lizzy, em particular, desgosta imensamente dele, por ele ter ferido o seu orgulho na primeira vez em que se encontram.
Mesmo com uma má primeira impressão, Darcy realmente encanta-se por Lizzy, sem que ela saiba do facto.
A partir daí o livro mostra a evolução do relacionamento entre eles e os que os rodeiam, mostrando também, desse modo, a sociedade do final do século XVIII."

Sem comentários:

Enviar um comentário