sábado, 28 de novembro de 2015

Agir - Como ela é bela

Gosto da música! E acho a ideia do videoclip muito interessante! (clicando na imagem, dá para arrastar e ver em 360º)



Álbum: Leva-me a sério
Ano: 2015



Ai como ela é bela, bela de mais
E eu sou tenho pena
Já não saber como ela vai
Quando eu dei por mim, alguém viu em ti
Algo que eu não vi e então perdi
Eu só espero que Sejas feliz
Já que te levaram de mim... de mim

Fiquei a saber
Que uma canção não chega
Amo demai a fazer
Pois quem não cuida perde

E eu não quis ver
Pensei que a serem de seda
Todas as canções que eu escrevi
Tu ficarias para sempre

Mas não te dei atenção
E deixei-te escapar por entre os dedos
Com os teus segredos
e uma história por acabar

Ai como ela é bela, bela de mais
E eu sou tenho pena
Já não saber como ela vai
Quando eu dei por mim, alguém viu em ti
Algo que eu não vi e então perdi
Eu só espero que Sejas feliz
Já que te levaram de mim... de mim

Fiquei a saber
Que uma carta não chega
Há muito mais a fazer
Pois quem não sente esqueçe

E eu não quis ver
Que muito mais que escreva
há muito mais a meu ver
Com quem só te merece

E não te dei atenção
E deixei-te escapar por entre os dedos
Com os teus segredos
e uma história por acabar

Ai como ela é bela, bela de mais
E eu sou tenho pena
Já não saber como ela vai
Quando eu dei por mim, alguém viu em ti
Algo que eu não vi e então perdi
Eu só espero que Sejas feliz
Já que te levaram ...

Para longe, bater de asas
Para uma vida melhor
Longe da loucura
Para onde o mundo já sabe de cor

O quanto és bela
bela de mais
E eu sou tenho pena
Já não saber comos vais
Quando eu dei por mim, alguém viu em ti
Algo que eu não vi e então perdi
Eu só espero que Sejas feliz
E que um dia ainda voltes para mim

sábado, 14 de novembro de 2015

Rachel Platten - Fight Song


Álbum: Fight Song
Data de lançamento: 2014


Like a small boat
On the ocean
Sending big waves
Into motion
Like how a single word
Can make a heart open
I might only have one match
But I can make an explosion

And all those things I didn't say
Wrecking balls inside my brain
I will scream them loud tonight
Can you hear my voice this time?

This is my fight song
Take back my life song
Prove I'm alright song
My power's turned on
Starting right now I'll be strong
I'll play my fight song
And I don't really care if nobody else believes
'Cause I've still got a lot of fight left in me

Losing friends and I'm chasing sleep
Everybody's worried about me
In too deep
Say I'm in too deep (in too deep)
And it's been two years
I miss my home
But there's a fire burning in my bones
Still believe
Yeah, I still believe

And all those things I didn't say
Wrecking balls inside my brain
I will scream them loud tonight
Can you hear my voice this time?

This is my fight song
Take back my life song
Prove I'm alright song
My power's turned on
Starting right now I'll be strong
I'll play my fight song
And I don't really care if nobody else believes
'Cause I've still got a lot of fight left in me

A lot of fight left in me

Like a small boat
On the ocean
Sending big waves
Into motion
Like how a single word
Can make a heart open
I might only have one match
But I can make an explosion

This is my fight song (Hey!)
Take back my life song (Hey!)
Prove I'm alright song (Hey!)
My power's turned on
Starting right now I'll be strong (I'll be strong)
I'll play my fight song
And I don't really care if nobody else believes
'Cause I've still got a lot of fight left in me

No I've still got a lot of fight left in me

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

O Codex 632



Autor: José Rodrigues dos Santos

Ano: 2006
Editora: Gradiva
Número de páginas: 550

Lido entre 02/09/2015 e 05/10/2015 (34 dias)
Classificação: 4/5


Opinião:
Este livro foi emprestado pela Angélica. É o 2.º livro de José Rodrigues dos Santos que leio. O primeiro foi "A fórmula de Deus". 
Primeiro quero dizer que acho que livros demasiado grandes como este deveriam contar como dois livros lidos em vez de um. Mas para isso, precisava de fazer dois posts sobre o livro. :p
Depois queria dizer que gostei bastante do livro! Tal como no anterior livro que li deste autor, achei que a escrita e o enredo da história motivavam bastante à leitura, dando sempre vontade de ler mais um bocadinho.
Achei interessante que o autor tivesse usado a mesma personagem do Tomás Noronha. Supostamente, eu deveria ter lido o "Codex 632" antes de "A fórmula de Deus" porque a personagem ainda está casada e em "A fórmula de Deus" já não está. Fiquei curiosa de ler outros livros em que apareça a personagem do Tomás Noronha.
Gostei imenso dos aspetos históricos em torno da descoberta do Brasil, do Tratado de Tordesilhas e da pesquisa sobre Cristóvão Colombo. Fiquei sempre a pensar se todos os factos por ali relatados eram verdadeiros. É que, se são mesmo verdadeiros, são novidades espetaculares! No entanto, num destes dias ouvi uma parte do programa "Prova Oral" da Antena 3 sobre mitos da História e uma das coisas que se falou é das várias teorias à volta de Cristóvão Colombo. Ou seja, não é completamente certo que seja como descrito no livro... Fiquei um bocado desiludida... No entanto, não tira o mérito de tanta pesquisa que o autor realizou!
Fiquei também com pena de não ter anotado muitos dos aspetos históricos descritos no livro, porque haveria uma série de coisas que eu gostaria de reler. Só que seria tanta coisa!!
Por fim, gostaria de dizer que adivinhei o final referente à sueca! É muito raro eu adivinhar os finais dos livros, e durante uma boa parte do livro achei que eu estava enganada, mas depois vim a confirmar como a minha intuição estava correta!


Sinopse:
"Baseado em documentos históricos genuínos, o novo romance de José Rodrigues dos Santos transporta-nos numa surpreendente viagem pelo tempo, uma aventura repleta de enigmas e mitos, segredos encobertos e pistas misteriosas, aparências enganadoras e factos silenciados, um autêntico jogo de espelhos onde a ilusão disfarça o real para dissimular a verdade. Uma obra admirável que não se consegue parar de ler!"