sexta-feira, 18 de agosto de 2017

A rapariga e o espelho


Autor: Cecelia Ahern
Ano: 2011
Número de páginas: 102
Editora: Presença

Lido em 16/08/2017 (1 dia)
Classificação: 2/5


Opinião:
Recebi este livro na Bolsa de Trocas e pensei "ui, tão pequenino. Leio isto numa tarde". Como nesse dia ia à praia com a Adriana, levei o livro e li-o todo, sem grandes dificuldades. O livro é mesmo muito pequenino.
Até agora tenho gostado de todos os livros que tenho lido da Cecelia Ahern, mas este não achei grande piada. Foi assim um bocado fraquito...
Tem duas histórias: "A rapariga e o espelho" e "A máquina das recordações". 


Sinopse:
"Da bem conhecida autora de P.S. - Eu Amo-te, este livro inclui dois contos tão sedutores quanto estranhos e originais. Entre a magia e o esplendor, com certo pendor nostálgico, não deixa de transmitir uma ironia ligeiramente perversa que mexe com as emoções do leitor. 

A Rapariga e o Espelho 
Lila nem quer acreditar na sorte que tem... Encontrou o homem dos seus sonhos e está prestes a casar com ele. Mas quando um segredo do passado da família é revelado, exatamente no dia do seu casamento, a sua vida muda da forma mais inesperada... 

A Máquina das Recordações 
Dizem que nunca se esquece o primeiro amor... Mas o que poderá acontecer quando as memórias que mais acarinhamos se começam a desvanecer? Há quem faça todos os possíveis por recuperar o passado, e no caso de um homem com o coração destroçado isso significa descobrir a forma mais real de reviver esses momentos preciosos... "

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

O livro de magia das mães


Autor: Constança Cordeiro Ferreira
Ano: 2016
Número de páginas: 245
Editora: Matéria Prima

Lido entre 02/08/2017 e 10/08/2017 (9 dias)
Classificação: 4/5


Opinião e sinopse:
Livro emprestado pela Angélica.
Para falar sobre este livro, vou começar pela sinopse, pois creio que não tenho muito mais a acrescentar: "Depois do sucesso de "Os Bebés Também Querem Dormir", o novo livro de Constança Cordeiro vem falar das mães e das suas necessidades: como as mães podem e devem continuar a cuidar delas, enquanto cuidam do bebé. As principais decisões e dilemas que envolvem o processo da gravidez, o pós parto, a amamentação, o sono, a relação com a família e a gestão do dia-a-dia com um bebé nos primeiros 2 anos. Conselhos práticos e estratégias para que a maternidade seja uma aventura vivida em paz e harmonia como bebé. Histórias reais de mães que falam da maternidade tal como ela é."
Queria referir que esta autora é fundadora do Centro do Bebé, onde ajuda as famílias desde a gravidez até aos primeiros anos.
Gostei bastante da leitura e serviu para eu ir refletindo com várias situações, acerca da forma como eu lidaria em determinados momentos. Um livro para ser relido e consultado!

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Socorro! Sou mãe...


Autor: Rita Ferro Alvim
Ano: 2011
Número de páginas: 259
Editora: Presença

Lido entre 11/07/2017 e 31/07/2017 (21 dias)
Classificação: 4/5


Opinião:
Livro emprestado pela minha irmã.
Das coisas que vou lendo e de opiniões que ouço sobre o primeiro mês com um recém-nascido, fico a achar que é um caos, que é super difícil e que há imensas dificuldades com que lidar. Este livro veio sublinhar exatamente isso!
Cerca de metade do livro é sobre a amamentação. Eu sabia que, muitas vezes, há dificuldades na amamentação, mas nunca pensei que pudesse ser tão difícil. Este livro tem de ficar cá em casa para consulta...
Há também um capítulo sobre o leite adaptado, outro sobre o bebé (higiene, cólicas, sono), e outro sobre a mãe. 
Tem também pequenas histórias que várias mulheres foram partilhando sobre algum aspeto do que viveram nesse primeiro mês com o bebé. Essas pequenas histórias serviram, na minha opinião, para enriquecer bastante o livro. Acho que, muitas vezes, revela-se mais importante ouvir opinião de alguém que viveu determinadas situações do que ouvir opinião sobre algum profissional da área (não deixando de reconhecer a importância que médicos e enfermeiros têm).


Sinopse:
"Durante o primeiro mês de vida do recém-nascido muitas são as dúvidas e as perguntas que assaltam os progenitores. 
Em "Socorro! Sou Mãe…" propõe-se esclarecer algumas destas dúvidas a partir da perspetiva de uma mãe que também já passou pelas mesmas alegrias e angústias. São abordados temas tais como o sono, a higiene, a segurança do bebé ou a amamentação e é ainda incluído um capítulo dedicado à mãe e às transformações que vai experienciar. Um livro pensado para a ajudar a desfrutar sem stresse e com toda a plenitude de um momento mágico na sua vida. "

quinta-feira, 20 de julho de 2017

A mãe é que sabe


Ano: 8 de dezembro de 2016
Género: Comédia
Realização: Nuno Rocha
Elenco: Maria João Abreu (como Ana Luísa), Joana Pais de Brito (como Josefa 1973, 1986, 1992), Filipe Vargas (como Adelino 1973, 1986, 1992)


Opinião:
Minha classificação: 9/10. Filme visto em 11.07.2017.
Lembro-me de ver o poster deste filme na altura em que esteve no cinema e de achar que deveria ser giro ir vê-lo. E foi! Gostei imenso! É bom ver um filme calmo e com piada para relaxar. Acho que só não achei tanta piada à parte da Ana Luísa imaginar as coisas e elas irem sendo alteradas. Bem, se calhar era essa a ideia principal do filme. :p
Algumas das personagens são atuais atores da novela que sigo na SIC: Amor Maior. 


Sinopse:
"No dia de aniversário de Adelino, toda a família se reúne em casa de Ana Luísa, a filha mais velha. À medida que o almoço decorre, todas as conversas vão, constante e inevitavelmente, convergindo para a mesma pessoa: Josefa, a falecida esposa de Adelino e mãe de Ana Luísa. Cheia de saudade – e de inevitáveis mágoas –, a dona da casa embarca numa viagem ao passado, desabotoando memórias dos dias distantes da sua infância e adolescência, em constante desacordo com a mãe, uma matriarca forte e controladora mas de coração enorme. Apesar das lutas e discórdias com Josefa durante a vida em comum, Ana Luísa vai perceber que, por mais que se tenha esforçado por combater a "ditadura" em que foi criada, acabou por se transformar numa cópia da progenitora…"


Trailer:

terça-feira, 18 de julho de 2017

Grávida - Livro de instruções


Autor: Sarah Jordan, Dr. David Ufberg
Ano: 2009
Editora: Arte Plural Edições
Número de páginas: 217

Lido entre 05/07/2017 e 10/07/2017 (6 dias)
Classificação: 4/5


Opinião:
Livro emprestado pela minha irmã. Achei bastante interessante! Muito útil! É necessário guardar para ir consultando. Gostei imenso do sentido de humor!
Faz primeiro uma abordagem sobre a conceção e os sintomas da gravidez, seguindo-se uma descrição detalhada sobre cada trimestre da gravidez. Depois mostra o que poderá ser necessário no enxoval do bebé, dá indicações ao pai da criança sobre o que deve saber e explica as diferentes fases do parto (ensina ao pai o que deve fazer no caso do bebé nascer a caminho do hospital). Por fim, faz uma pequena abordagem aos primeiros exames do bebé e a amamentação.


Sinopse:
"Informação essencial, dicas e conselhos para futuros papás. Trazer um bebé ao mundo é um dos momentos mais marcantes da vida; mas não há como evitá-lo: estar grávida pode ser uma experiência assustadora. Felizmente, "Grávida - Livro de Instruções" nasceu para responder às suas perguntas mais importantes: Será que este enjoo matinal alguma vez vai passar? De que tamanho é o meu bebé às 26 semanas? É normal sentir um desejo incontrolável de comer picles? Qual é a melhor maneira de evitar as indesejáveis festinhas na barriga? E, acima de tudo, será que mais alguma vez na vida vou ter uma noite descansada? Os futuros pais encontrarão as respostas neste manual graças a Sarah Jordan, mãe veterana, e David Ufberg, obstetra e ginecologista qualificado (três vezes pai)."

sábado, 8 de julho de 2017

Confissões de uma médica


Autor: Sofia Serrano
Ano: 2016
Editora. Marcador
Número de páginas: 245

Lido entre 01/07/2017 e 04/07/2017 (4 dias)
Classificação: 4/5


Opinião:
Este foi o livro que eu comprei ao mesmo tempo que "Dias de uma princesa grávida", numa altura em que estava com desejos de livros. :p 
Tal como no outro livro, estava ansiosa por ler o livro e também fiquei um pouco desiludida. Neste caso estava à espera de ter mais histórias do que se passava no hospital, dos partos, das consultas. Achei engraçada a história do marido que vinha ver a mulher e ela estava com outra pessoa, ou daquela mãe que já tinha 3 filhos e descobriu que estava grávida de gémeos. Achei engraçado o capítulo sobre o tipo de pais na sala de partos, ou dos 10 mandamentos da maternidade. Estava à espera de mais histórias assim. 
Gostei de saber um pouco mais da formação dos médicos, dos exames, dos anos de estudo. Mas achei repetitivo o facto da autora salientar o facto dos médicos trabalharem muitas horas e de nem sempre terem tempo para a família como gostariam e de ser mãe a tempo inteiro e não ser perfeita. É que durante mais de metade do livro esteve a ser referido esse aspeto.


Sinopse:
"Confissões de uma Médica" leva-nos para a intimidade de alguém que tem a assombrosa missão de trazer ao mundo, todos os dias, novas vidas - tantas vezes salvando aquelas que estão em risco. Relata as peripécias rocambolescas e cómicas de quem passa tanto tempo num hospital, como os amantes que visitam as grávidas antes dos maridos ou as mulheres que se julgam gordas, quando estão, de facto, grávidas de gémeos. Mas, mais do que tudo, é um relato fiel e empolgante de alguém que é apaixonado pelo ofício que escolheu: ajudar a dar à luz, a trazer vida ao mundo - um milagre que nunca deixa de nos espantar."

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Dias de uma princesa grávida


Autor: Catarina Beato e Sofia Serrano
Ano: 2017
Editora: Marcador
Número de páginas: 191

Lido entre 26/06/2017 e 30/06/2017 (5 dias)
Classificação: 4/5


Opinião:
Diz-se que as grávidas têm desejos de comida. Eu ainda não tive nenhum. Detesto comer. Estou ansiosa por saber que tipo de desejos de comida vou ter (se é que vou ter). Os únicos desejos que tive foi de livros. Eu nunca compro livros. O último livro que comprei foi em 2008. Mas estava sempre a pensar neste livro (e no outro que li a seguir). E tive MESMO de os comprar!
Confesso que fiquei um bocado desiludida... Estava à espera de mais. Não sei explicar o porquê, mas achei que tinha ficado um pouco aquém do que eu tinha idealizado. Até foi interessante, li num instante, tem muitos conselhos e indicações, aborda vários temas relacionados com a gravidez, mas achei algumas coisas um pouco repetitivas.


Sinopse:
"Quando uma mulher está grávida quer ser um bocadinho médica e perceber tudo o que se passa com o seu corpo e com o bebé que cresce delas. Este livro é um diário e um guia de uma gravidez. Na verdade, é uma companhia, um diálogo nascido da amizade, da curiosidade e do amor. Catarina e Sofia eram amigas. Tinham em comum o gosto pela escrita nos blogues, em que partilhavam bocadinhos da sua vida: Dias de uma Princesa e Café, Canela & Chocolate. 

A Catarina ficou grávida e pediu ajuda à Sofia, médica especialista em ginecologia e obstetrícia. Das dúvidas, certezas, angústias e rotinas nasceu um diário partilhado, semana a semana, trimestre a trimestre com histórias pessoais, conselhos e descobertas. Um diálogo entre amigas, mas também entre uma médica e uma grávida. 

Da comida ao desejo sexual, da primeira ecografia ao exercício físico, dos mitos ao esclarecimento, este é um relato, tão útil como emocionante e íntimo, da viagem mais incrível da existência - aquela que dura nove meses e muda a vida de uma mulher para sempre."